O Mito nas sociedades antigas e atuais

Segundo Rocha, (2000, p. 16) “o mito é uma narrativa, um discurso, uma fala. É uma forma de as sociedades espelharem suas contradições, exprimirem seus paradoxos, dúvidas e inquietações.” Mas o mito não se limita a uma narrativa qualquer, se assim fosse perderia seu encanto particular, ao contrário, o mito é uma narrativa especial carregada […]

Continue Lendo

A Historicidade nas Rodas da Capoeira Angola

A partir da visão dialético-materialista em que o estudo da história é o estudo da luta de classes, o homem é o responsável por toda a transformação histórica; são suas ações que transformam, criam e revolucionam o pensar e o fazer histórico. Mesmo que tais ações não sejam livres e espontâneas, ao contrário, sigam as […]

Continue Lendo